O quão atraente você é?



O que torna uma pessoa atraente? É uma pergunta difícil de responder, para ser honesto. A mídia nos fará acreditar que, para sermos considerados convencionalmente atraentes, temos que ter uma certa aparência, nos vestir de uma determinada maneira e nos comportar de uma certa maneira. Ela nos dias que, a menos que pareçamos com uma modelo ou uma atriz famosa, somos fracassados. Isso nos faz pensar que somos feios, que temos vários problemas, defeitos e imperfeições que precisam ser consertados. Isso diminui nossa autoestima e nos faz sentir sem valor. E então, convenientemente, isso nos oferece um monte de soluções caras.

 

 

Associações exclusivas de academias, personal trainers, sucos detox, desintoxicação e chás são apresentados como uma solução para o “problema” de nosso peso e forma. Como isso magicamente fosse nos deixar magros, tonificados e mais altos em um mês. Tonalizantes capilares e ferramentas quentes destinam-se a ajudar-nos a resolver o problema dos nossos cabelos. Se o cabelo é liso, as mulheres enrolam, se for encaracolado, elas alisam, ou se não descolorem ou ficam ruivas, tudo para parecer mais atraente. Você danificou seu cabelo no processo? Aqui está toda uma gama de tratamentos capilares e máscaras capilares que resolverão esse problema também. Sua pele é lisa, sem manchas e brilhante? É melhor que seja, então aqui estão alguns cremes, géis, esfoliações, soros e mais alguns tratamentos faciais, por que não? E Deus me livre que você tenha qualquer descoloração ou pigmentação incomum. Esconda essas coisas com corretivo, base, pó, contorno, bronzeador, destaques e uma tonelada de sombra e cílios falsos. Oh, e sardas estão na moda agora, mas como elas estão enterradas sob aquele rosto cheio de maquiagem, desenhe-as com delineador.


Quando terminar com o seu rosto, é hora de corrigir esse problema enorme de pelos indesejados. Há uma infinidade de maneiras de fazer isso também: depilar com lâminas, com cera, rosqueamento, sugaring, laser, etc. E, finalmente, você precisa comprar as roupas e acessórios mais modernos e elegantes, e não se esqueça de fazer as unhas também. E somente depois de completar estes muitos passos e gastar uma fortuna, você pode ter a chance de ser considerado “atraente”. Ou pelo menos é o que a mídia quer que pensemos. Mas isso é realmente necessário? A beleza não está nos olhos de quem vê? Não somos todos lindos do nosso jeito próprio? A verdade é a primeira coisa para se sentir bonita e atraente é a confiança, não importa o a sua aparência externa. Você precisa de provas? Vamos lá…


Vamos dividir as pessoas em três categorias. Primeiro serão os convencionalmente bonitos. Com uma pele impecável, naturalmente mais magros e um tanto altos e esguios. Quando você pensa dessa maneira – todas as pessoas que estão nessa categoria devem ser modelos e celebridades super confiantes, certo? Mas esse não é o caso. Por quê? Porque muitas pessoas têm dificuldade em ter confiança. As modelos frequentemente falam sobre como elas eram consideradas os patinhos feios quando estavam crescendo, sofrendo bullying por seus longos membros desengonçados e sua figura magra. Foi só depois que as agências de modelos as descobriram que elas começaram a acreditar que eram bonitas, alcançaram certo nível de sucesso e ganharam sua confiança. Então, o fato de que elas tinham aparência de modelo não ocorreu a elas até que alguém veio lhes dizer isso.


Nossa segunda categoria será dedicada a pessoas de aparência comum. Você sabe, aqueles de nós um pouco mais baixinhos, sem a silhueta clássica de ampulheta, com o cabelo um pouco bagunçado e um par de espinhas no nosso rosto de vez em quando. As pessoas que você vê todos os dias na rua, no trabalho, em shoppings. Os seus amigos, membros da família, aqueles que não vão ganhar um concurso de beleza tão cedo, mas ao mesmo tempo parecem estar indo muito bem na vida. Eles são lindos? Claro que eles são. Eles podem não ter aquele cabelo de comercial de xampu super brilhante e eles não possuem nenhuma peça de roupa da Chanel, mas eles não se importam. Eles têm seu próprio estilo, eles têm um senso de humor, uma personalidade peculiar e é isso que os torna bonitos.


E se você estiver na terceira categoria? E se você estiver realmente longe de ser convenientemente bonita? E se a sua pele estiver muito clara ou muito escura ou se você tiver alguma deficiência? Isso significa que você não é atraente? Não, significa apenas que você é diferente e se destaca. O que importa é a confiança e o que você coloca no universo. Se você se esconde e se afunda – é assim que os outros vão te tratar também. Mas se você assumir e fizer disso sua força, o mundo também o verá como sua força. Há muitas pessoas que desafiam o “normal” e desafiam esses padrões ridículos de beleza e nós os admiramos por isso. A beleza não é um conjunto de características, não se trata da cor dos seus olhos ou da estrutura e do comprimento do seu cabelo, não é sobre suas proporções ou roupas da moda, é tudo sobre sua confiança e como você se vê e se apresenta ao mundo. Então acredite em si mesmo, seja confiante, diga a si mesmo que você é linda e o mundo acreditará em você.