13 enormes pontos negativos para os homens que as mulheres não sabem

Advertisements

Você não gostaria de namorar alguém sem senso de humor, não é? Visual, roupas, força – é tudo importante, mas um bom senso de humor sempre será mais importante do que essas qualidades superficiais. O humor é o fica para sempre, enquanto a beleza desaparece. Mas por que o humor? Bem, parece que uma pessoa com um bom senso de humor sabe quando contar uma piada e quando agir de forma séria. Eles também sabem quando dizer aquela frase de efeito e quando adicionar mais história a uma piada para torná-la mais divertida. A parte mais importante de evitar transformar qualidades positivas em pontos negativos é saber quando parar. Aqui estão alguns dos maiores pontos positivos que as mulheres apresentam para os homens, sem saber.
 

 

1. Ser muito infantis
Agir como uma criança é fofo. Nomes dos animais de estimação são fofos, falar que nem bebê às vezes pode ser fofo, e parece que todo o mundo fala sobre isso nas últimas semanas. No entanto, há um tempo e um lugar para tudo. Se você exagerar com um comportamento semelhante a criança, você pode passar rapidamente de ser fofo até ser incrivelmente irritante. Às vezes, as situações exigem uma atitude séria, e um comportamento semelhante a uma criança só irá piorar a situação em vez de neutralizá-la.

 

 

2. Ser desajeitados
Assim como o item anterior, ser desajeitado transforma a socialização em cuidar de um bebê. É sempre bom quando as pessoas têm lenços e guardanapos quando você mais precisa, mas há uma diferença entre precisar deles de vez em quando e ter todos os curativos necessários para um espião em um filme de ação, com sacos cheios de lenços úmidos, guardanapos secos, removedor de manchas e Bandaids (em caso de cortes). E tudo isso nem sequer começa a cobrir o constrangimento de estar em torno de uma pessoa desajeitada.

 

 

3. Não tomar decisões
Às vezes você só precisa se encarregar de uma situação e ser assertivo sobre o que deseja. Isso vale para tudo – das decisões mais simples (como o que fazer para o jantar) às grandes (como decidir entre uma pequena cerimônia e um casamento luxuoso). Muitas vezes, as pessoas tomam o hábito de evitar fazer escolhas. Nós entendemos. Há a pressão de cometer erros, a pressão de escolher algo que seu cônjuge não irá desfrutar, e etc. No entanto, de vez em quando é importante fazer escolhas arrojadas e confiantes. Se tudo mais falhar, ninguém nunca disse não a pizza para o jantar!


4. Fofoca
Assim como ocorre com outras coisas, há um limite para a quantidade de fofocas que uma pessoa pode ouvir antes de começarem a duvidar da integridade e confiabilidade do fofoqueiro. Claro que sempre é interessante saber o que está acontecendo nos bastidores com alguns amigos ou colegas no trabalho, mas há uma diferença entre uma simples fofoca e se tornar um equivalente humano de um “TMZ sobre pessoas aborrecidas”.

 

 

5. Limpeza e higiene
Nós temos mesmo que mencionar este item? Ninguém quer viver em um ambiente de laboratório e dedicar várias horas todos os dias à limpeza, mas ninguém quer viver no caos também. Claro, ter uma noite relaxante, pedir comida, assistir um filme na Netflix, e depois ir para a cama é um ótimo momento. No entanto, é igualmente importante tirar algum tempo no dia seguinte para jogar as caixas fora, tirar a sujeira da mesa, aspirar o chão, lavar a louça, tomar banho e colocar uma máscara facial.


6. Autoritarismo
Embora a maioria dos homens se comporte como se eles desejassem que sua namorada fosse sua mãe, eles não querem uma namorada autoritária. Claro, muitos homens legitimamente não conseguem se virar por conta própria, mas, em certo ponto, a pressão de uma namorada autoritária chegará a eles, e o cuidado e a atenção serão vistos como comportamentos excessivos.

 

 

7. Se fazer de burro
Ninguém é perfeito em tudo. Até mesmo cientistas renomados têm problemas com algumas questões básicas, às vezes. Sherlock Holmes não sabia sobre o sistema solar. Todos nós temos nossos pontos fortes e fracos. A dificuldade vem quando as pessoas se fazem de burras de propósito para fazer com que as pessoas ao seu redor se sintam melhor. Ninguém se beneficia disso. Uma coisa é pedir conselhos, lembretes ou esclarecimentos, e outra coisa é fingir ser burro para receber simpatia e atenção.


8. Fingindo interesse
Leva tempo para construir uma boa comunicação. É fácil encontrar coisas para falar durante esse “período de lua de mel” de um relacionamento, mas é significativamente mais difícil ter debates e conversas genuínas mais à frente. Às vezes, a opção mais simples parece ser fingir estar interessado no que o seu companheiro está dizendo, mas ele logo pode perceber e isso vai só piorar o problema. A única coisa pior do que explicitamente dizer que você não se importa é fingir se importar – é embaraçoso e desencorajador ao mesmo tempo. Uma boa comunicação dá trabalho, mas não esse tipo de trabalho.

 

 

9. Não agir como si mesmo
No mesmo sentido de “se fazer de burro” e ser muito infantil, agir como alguém que não você mesmo em um relacionamento é um ponto negativo enorme. Tenho certeza de que todos nós gostamos de representar um personagem em certa medida, mas é melhor deixar suas habilidades de atuação para o quarto. Se você quer um relacionamento real, você terá que ser você mesmo com o seu companheiro.


10. Desrespeitando o tempo
Equilibrar o trabalho, os passatempos pessoais e a saúde pessoal já é bastante difícil. Adicionar outra pessoa à essa equação torna as coisas ainda mais difíceis. É importante lembrar isso sobre você e o seu companheiro. Obviamente, isso vale para ambas as partes – não os deixe desrespeitar o tempo que você precisa para cuidar de si mesmo, mas também esteja atento às suas necessidades e não desrespeite seu “tempo pessoal” apenas porque você quer atenção.

 

 

11. Sentindo-se no direito de alguma coisa
Como meu avô gostava de dizer: “As únicas coistas certas na vida são impostos e a morte”. Embora seja uma maneira um tanto mórbida de olhar para a vida, ele estava certo. Não há nada de que você tenha direito em um relacionamento – nem o tempo do seu companheiro, seus amigos, seu dinheiro, seus animais de estimação ou seus pertences. Uma coisa é comunicar claramente suas necessidades de forma assertiva e outra coisa completamente diferente é agir como se você tivesse direito.


12. Manipulação emocional
Manipulação emocional nunca é uma boa coisa a fazer. Embora seja muito mais comum que as mulheres façam a manipulação emocional, é importante prestar atenção aos sinais e bandeiras vermelhas desse tipo de comportamento. Certifique-se sempre de que a culpa não é o fator determinante ao coagir alguém.

 

 

13. Problemas de comunicação
Uma boa comunicação é uma base sólida para qualquer relacionamento. Isso significa que ambas as partes devem ser bons ouvintes, e precisam ser capazes de comunicar suas próprias necessidades e desejos com seus parceiros. Aqui, boas habilidades de escuta são mais importantes – para ambos os parceiros. Ser capaz de filtrar informações úteis sobre seu parceiro e separar de suas emoções irá ajudá-lo significativamente a mostrar que você entende a causa do problema. Nunca reconhecer que o seu companheiro tem sentimentos e necessidades que podem ser diferentes dos seus é definitivamente um ponto negativo.

Loading...
Advertisements