6 motivos por que Clarice Lispector é famosa no mundo todo – Her Beauty

6 motivos por que Clarice Lispector é famosa no mundo todo

Advertisements

Quase todo brasileiro que foi à escola já ouviu falar da escritora Clarice Lispector nas aulas de literatura. O incrível é que a autora de romances e contos ficou famosa no mundo inteiro mesmo enquanto ainda estava ativa e escrevendo. 

Clarice faleceu em 1977, mas continuamos estudando a sua influência e as suas obras. Também vale lembrar que o centenário do seu nascimento ocorreu no ano passado e, para homenagear este fato, decidimos relembrar os 6 motivos pelos quais Clarice Lispector é tão famosa no restante do mundo.

1 – Sua primeira tradução fez muito sucesso

Clarice foi traduzida pela primeira vez em 1954, 10 anos após publicar o seu primeiro romance, Perto do Coração Selvagem. A tradução foi deste mesmo romance, lançado como Près du Coeur Sauvage pela editora francesa Plon. 

Apesar da autora não ter curtido muito a tradução, a edição francesa de Perto do Coração Selvagem fez bastante sucesso no país – tanto que logo foi traduzida para o espanhol. Desde então, Clarice foi levada com muita rapidez para várias línguas, sendo aclamada por todo lugar por onde passava. Até agora, soma-se um total de 308 edições de livros traduzidos, sem contar as inúmeras edições de contos e crônicas em coletâneas.

2 – Clarice viajava muito

A escritora foi casada com o diplomata Maury Gurgel Valente por mais de uma década e, por conta disso, viajou pelo mundo inteiro acompanhando o marido. Ela morou na Suíça, na Inglaterra, na Itália e nos Estados Unidos durante esse tempo.

Enquanto fazia suas viagens, Clarice também teve visibilidade na mídia internacional. Isso divulgou a sua imagem e suas obras, estimulando novos leitores a conhecerem seus textos através das traduções. E esse também foi um dos grandes motivos pelos quais ela ficou tão conhecida.

3 – Ela tinha muita presença na mídia 

Muita gente não sabe, mas antes de publicar os contos e romances que a deixaram famosa, a escritora trabalhava como jornalista na imprensa carioca. E não, Clarice não somente publicava crônicas e contos, como também fazia entrevistas e produzia colunas femininas sob pseudônimos. 

Mesmo após ter deslanchado na carreira de escritora de ficção, Clarice continuou a colaborar com a imprensa, e isso a ajudou enormemente a ser traduzida e publicada no exterior. 

Loading...

4 – A qualidade de seus textos

É claro que viajar muito e estar presente na mídia não valeriam de nada se os textos da autora fossem simplórios. Clarice Lispector se tornou o ícone que é até hoje principalmente por conta da natureza de sua escrita, que é adorada em todos os contextos – nacional e internacionalmente!

A autora usa um vocabulário acessível, mas o seu estilo de fluxo de consciência é o que torna sua obra tão desafiadora e encantadora para muitas pessoas.

5 – Sua obra tem caráter universal

Quem já leu Clarice sabe: ela escreve sobre dilemas muito humanos e muito comuns. Suas personagens têm epifanias e apresentam sentimentos que não somente nós, brasileiros, experimentamos. 

Quem está no Japão, na Espanha, na Tailândia, ou em qualquer outro lugar sabe interpretar os sentimentos da arte de Clarice e as crises existenciais de suas personagens. Afinal, somos todos humanos! Esse aspecto universal da obra da autora foi o que conquistou o coração de todos os gringos que a leram.

6 – Popularização da internet

De acordo com Nádia Battella Gotlib, biógrafa de Clarice, na última década vimos um grande crescimento na fama da autora, principalmente por conta da popularização da internet. 

Em uma entrevista, a biógrafa ainda comenta: “De 2010 para 2020, contando com tal instrumento estimulador da divulgação [a internet], o número de traduções continuou aumentando: tenho o registro de mais 123 edições de livros”. Por isso, essa popularização acabou deixando a escritora ainda mais famosa no exterior, com um aumento impressionante nas traduções.

Advertisements