Dicas para acabar com a queda de seus fios



A queda de cabelo é uma condição que afeta muitas mulheres e homens no mundo todo. Muitas pessoas sofrem com a queda de cabelo ao encontrar fios pela casa e lavá-los no banho pode ser uma tortura ao ver centenas deles no ralo. Abaixo veremos algumas causas que podem causar queda, quebra e ressecamento de seus fios. Saiba que qualquer anormalidade não deve ser tratada como aceitável e você precisa consultar um médico.

Alimentação saudável

Cuidar da sua rotina alimentar e beber bastante água são passos simples e essenciais para cuidar da saúde do seu corpo. Balancear sua alimentação em proteínas, ferro, vitamina C e A e zinco ajuda a fortalecer os fios. Obviamente, a deficiência de alguns desses componentes se desencadeia na queda.

Falta de vitaminas

Como consequência da alimentação errônea, o corpo sofre com descontrole de vitaminas e possivelmente uma carência de ferro, que logo decorre em anemia e é o principal fator de perda de fios. A anemia pode causar a queda excessiva do cabelo, já que o ferro é responsável por oxigenar os tecidos, entre eles o couro cabeludo. Mantenha seus exames de sangues atualizados a cada seis meses e converse com um médico antes de se auto medicar com suplementos.

Produtos químicos

Procedimentos que coloram e alisam podem agredir os fios de cabelo, levando à quebra e à queda. Componentes químicos retiram os óleos naturais do cabelo, deixando-os ressecados, quebradiços e com a cutícula desgastada, ou seja, a famosa ponta dupla. Os alisamentos ou permanentes deixam os fios mais finos. Deixar o cabelo sempre preso, fazer uso de chapinha e/ou secador sem protetor térmico também são fatores que podem influenciar na queda. Certifique-se de usar o produto certo para sua necessidade e procure profissionais que possam te ajudar.

Água quente e componentes químicos

O tratamento de água da sua cidade também pode influenciar na saúde dos seus fios. Muitos locais fazem tratamento com calcário e sais que provocam ressecamento, quebra e queda. O pH da água é um dos fatores determinantes na sua agressividade ou não aos seus cabelos. Em alguns casos, pode ser interessante considerar a instalação de um filtro no chuveiro. Da mesma forma, lavar o cabelo com a água muito quente também é prejudicial, pois resseca o couro cabeludo, o que resulta em cabelo opaco e sem vida.

Estação do ano

A troca de estações para o outono e o inverno pode afetar a queda dos cabelos, pois no verão temos estímulo na produção de melanina, que ajuda a determinar o nascimento e crescimento dos fios. A produção desse elemento tende a cair nas estações mais frias com ausência da luz solar.

Estado emocional

Estresse e a ansiedade são as causas mais comuns para quem sofre com queda de cabelo. Quando se aumentam a produção de adrenalina no corpo e cortisona os fios tendem a pausar o crescimento, o que leva também à queda excessiva. Fatores emocionais podem ser decisivos no tratamento da sua saúde capilar.

Pós-parto

Nesse período, as mulheres passam por uma diminuição drástica no nível dos hormônios, o que pode resultar na queda dos fios. Isso é normal na maioria dos casos, especialmente para mães que amamentam por volta dos 3 meses de vida do bebê. Além também do estado emocional estar ligado a essas mudanças físicas. Manter uma alimentação saudável rica em vitaminas e minerais ajuda a diminuir a perda, e claro, consulte sempre seu médico.

Fatores genéticos

E por último, um fator bem comum, porém muitas vezes ignorado. É necessário entender qual genética que cada um carrega no seu corpo. A calvície é uma característica que pode ser pode ser herdada dos pais e é causada por uma substância conhecida como DHT, que deixa os fios mais finos. Um filho de pai ou mãe calvo tem 50% de chances de ter a mesma condição. Porém hoje existem tratamentos e até mesmo implantes que não deixam a situação se tornar definitiva.