Umectação capilar entenda os benefícios passo a passo



Conheça a umectação capilar, tratamento simples que pode ser feito em casa e que é eficaz para hidratar, fortalecer e dar brilho aos seus cabelos. Esse tratamento vem sendo indicado por grandes cabeleireiros como por exemplo Bruno Lotufo, famoso por tratar cabelos loiros no Rio de Janeiro.

O nome umectação vem da atividade de umedecer os fios, trazendo vida e os deixando com aspecto brilhoso. No entanto, não se preocupe, fazer a umectação na medida certa não trará oleosidade aos seus fios. Essa técnica é aconselhada para qualquer tipo de fio, mas será preciso cuidar da medida ideal, usando o produto certo e na frequência certa, pois cada cabelo tem necessidades específicas.

Os fios perdem nutrientes

Os cabelos concentram óleos na raiz, por isso é preciso penteá-los com frequência para levar esse óleo natural até as pontas. É normal que cabelos cacheados sofram mais para receber esse óleo natural no alongamento dos fios, por terem ficado enrolados naturalmente. Além disso, isso é indicado para cabelos que passaram por processos químicos, pois eles acabam perdendo a hidratação e maciez por conta da agressividade de componentes químicos. Nesses casos, geralmente é bom optar por um tratamento.

Para que serve a umectação?

O principal objetivo do tratamento é dar vida ao seu cabelo, deixando os cabelos leves, saudáveis e repondo nutrientes necessários, sem precisar cortar os fios ou as pontas. Com a umectação você ganha independência e praticidade, e não é necessário usar cremes, toucas ou fazer tratamentos caros no cabeleireiro.

Benefícios da umectação

Com poucas aplicações já é possível ver resultados com aumento da maciez, aspecto mais brilhante, sem qualquer ressecamento ou fio quebradiço. Como nutrientes estão voltando a agir em todo comprimento até mesmo nas pontas dos fios já mortas, isso traz fortalecimento, redução do frizz e deixa seu cabelo mais bonito.

Escolha o óleo certo para seu cabelo

Para escolher o óleo ideal, faça um teste usando óleo apenas nas pontas e veja se terá resultados positivos já em 2-3 aplicações de tratamento. Existem óleos vegetais que são os queridinhos das mulheres que têm cabelo cacheado, como:

Óleo de coco: é muito usado nesse processo de hidratação.

Óleo de argan: rico em vitaminas A e D, fornecendo tratamento e fortalecimento para a fibra capilar.

Óleo de rícino: escolha ideal para quem quer combater também a caspa, pode ser aplicado em todo cabelo, lembrando sempre de massagear no couro cabeludo.
Já os óleos reparadores de pontas, de marcas como Wella ou Loreal, são indicados principalmente para cabelos loiros e cabelos ressecados por procedimentos químicos.

Como aplicar

Nunca passe o óleo no couro cabeludo, aplique do meio dos fios até as pontas. Você pode aplicar uma quantidade intensa de 10-15 borrifadas para cabelos longos, e 5 a 10 borrifadas para cabelos curtos/médios. Sempre use os produtos com o cabelo seco e de preferência antes de dormir, assim ele continuará fazendo efeito durante toda a noite. No dia seguinte, você poderá lavar o cabelo normalmente. Para um acabamento melhor, use sempre protetores térmicos antes de secadores e chapinhas, assim protegerá os fios e os nutrientes repostos.

Quantas vezes devo usar?

A frequência indicada é sempre um dia antes de lavar os cabelos. Aplique com o cabelo seco e sujo, escove bem os fios deixando o produto se espalhar ao longo dos cabelos.

Porém para cabelos bem secos e quebradiços após uso incorreto de componentes químicos indicamos uso diário nas pontas, evitando assim o corte e diminuir comprimento

Posso usar no dia a dia?

O óleo pode ser usado também com os cabelos limpos e secos após uso de secador nas pontas, trazendo reparação nos fios quebradiços. Antes de dormir poderá diariamente retocar o óleo nas pontas dos fios com 3 a 5 borrifadas escovando o todo cabelo e dormindo com ele solto, evitando assim pontas duplas e quebradiças.

Tem contra indicações?

Não tenha medo de usar, porém, escolha o tipo certo para seu cabelo e necessidades. Cuidado para que o óleo não tenha contato com a raiz do cabelo, evitando capas e oleosidade no couro cabeludo. O resultado de maciez, brilho, hidratação, diminuição do frizz e reposição de nutrientes em poucos dias.