Óleo de peixe ou óleo de krill: qual é o melhor para você? – Her Beauty

Óleo de peixe ou óleo de krill: qual é o melhor para você?

Advertisements

Se você se preocupa com a sua saúde física e sempre se questiona a respeito dos alimentos que deve ou não consumir, talvez já tenha ouvido falar de dois tipos de óleo de origem animal: óleo de peixe e óleo de krill. Neste texto, contamos mais sobre essas duas fontes de gordura que podem ser muito benéficas para a saúde e te ajudamos a escolher a melhor opção para você e para o seu estilo de vida.

Óleo de peixe e óleo de krill

O óleo de peixe, como o próprio nome sugere, deriva de peixes gordurosos, como o salmão, atum, e arenque. Por outro lado, o óleo de krill vem de pequenos crustáceos chamados de krill, que vivem na região da Antártica e são parte da alimentação de muitos animais, como as focas, baleias, pinguins, e algumas espécies de pássaros.

O óleo de peixe é a opção mais comum por aqui, mas ambos são ricos em ômega-3. Tanto em um como no outro, podemos encontrar dois tipos de ácidos graxos ômega-3: o EPA, sigla em inglês para ácido eicosapentaenoico, e DHA, sigla para ácido docosahexaenoico. 

Ômega-3

Se você já pensou em consumir algum desses óleos, provavelmente a principal motivação é repor o ômega-3.

Os ácidos que compõem o ômega-3 são bastante importantes para o nosso corpo e oferecem inúmeros benefícios já comprovados cientificamente. Por exemplo, o DHA é um dos maiores componentes estruturais da retina dos nossos olhos – por isso, quando não consumimos o suficiente desse ácido, podemos ter problemas de visão.

Além disso, o ômega-3 é crucial para o desenvolvimento e crescimento cerebral em fetos. Por isso os médicos recomendam que as mães tomem algum tipo de suplemento de ômega-3 durante a gravidez. Alguns possíveis benefícios para o bebê são maior inteligência, menos chances de problemas comportamentais, melhores habilidades sociais e de comunicação, e muito mais.

O ômega-3 também atenua os fatores de risco para as doenças do coração. Há provas científicas que ele reduz a pressão sanguínea em pessoas com pressão alta, promove o aumento nos níveis de colesterol bom, ou o HDL, e diminui coágulos sanguíneos.

Enfim, ambos o óleo de peixe e óleo de krill promovem esses e muitos outros benefícios. Mas fica a questão: qual o melhor para o seu caso?

Loading...

Óleo de krill x Óleo de peixe

Uma resposta mais geral e resumida é: estudos sugerem que o óleo de krill é melhor para a saúde, mas o óleo de peixe é o mais acessível e barato.

Apesar de ambos possuírem os mesmos ácidos graxos, eles são estruturados de maneira diferente, o que impacta na sua absorção pelo corpo. Além disso, o óleo de peixe é geralmente amarelado, enquanto o óleo de krill tem um tom mais avermelhado, devido à presença de um antioxidante chamado astaxantina. 

Alguns estudos sugerem que o nosso corpo absorve melhor os ácidos graxos derivados do óleo de krill em comparação ao óleo de peixe. Isso ocorre porque, enquanto no óleo de peixe os ácidos graxos são encontrados na forma de triglicerídeos, os encontrados no óleo de krill são fosfolipídios. 

Em um estudo, por exemplo, dois grupos de participantes ingeriram os dois tipos de óleo. 72 horas depois, aqueles que tomaram o óleo de krill demonstraram maiores concentrações de EPA e DHA no sangue, sugerindo que essa opção é mais facilmente absorvida. Outro estudo que comparou ambos os óleos também concluiu que o óleo de krill pode ser mais eficaz em combater doenças cardíacas.

Como mencionamos antes, o óleo de krill contém um antioxidante que lhe dá a cor vermelha: o carotenóide astaxantina. Antioxidantes têm vários benefícios adicionais para o nosso corpo, e com a astaxantina não é diferente. Por exemplo, pelo fato de possuir esse antioxidante em sua composição, é possível que o óleo de krill tenha propriedades anti-inflamatórias.

Mesmo com tantos possíveis benefícios adicionais, não há estudos suficientes que confirmem que o óleo de krill é superior ao óleo de peixe. Por isso, se você não pode gastar a mais para adquirir o óleo de krill, recomendamos o suplemento derivado do peixe.

Principalmente aqui no Brasil, onde esse tipo de produto costuma ser mais caro, o óleo de peixe é uma boa opção e pode ser encontrado mais facilmente.

Advertisements