6 maneiras em que o autoamor ajuda a fazer boas escolhas românticas – Her Beauty

6 maneiras em que o autoamor ajuda a fazer boas escolhas românticas

Advertisements

Um relacionamento sempre é algo complicado, principalmente quando chega a hora de tomar uma decisão, como saber se vale a pena lutar pela pessoa que está do seu lado ou demonstrar vulnerabilidade dizendo “eu te amo” primeiro. O lado bom disso é que o autoamor pode ser um instrumento-chave na hora de você tomar essas decisões, e este texto mostra como! 

Veja abaixo as 6 maneiras pelas quais o autoamor ajuda a fazer boas escolhas e ter atitudes mais saudáveis no seu relacionamento amoroso.

1. O autoamor diminui a carência emocional

Todo mundo que já passou por um relacionamento sério sabe como a carência de uma das partes é um grande obstáculo para a felicidade do casal. Pessoas carentes se sentem incompletas sem o parceiro, muitas vezes se humilham por atenção e demonstram devoção exagerada. Há muitos casos de separação exatamente porque uma das partes é extremamente carente. 

Se você se sente assim, talvez o problema esteja no fato de que você não se ama o suficiente para se sentir bem sem o parceiro. Por isso, uma dica é praticar o autoamor e desenvolver a própria individualidade antes de se comprometer com alguém. Relacionamentos não foram feitos para que duas pessoas se completem – afinal, ninguém nasce pela metade.

2. O autoamor diminui a insegurança

A insegurança é uma característica compartilhada por todos nós. Naturalmente, temos dúvidas e anseios, e nos preocupamos com as consequências de nossos atos. 

Por isso, a insegurança tem a sua importância, mas sempre podemos trabalhar para diminuir a maneira como ela afeta nossas ações, principalmente quando se trata de nossos relacionamentos. Por exemplo, se você se sente inseguro em relação ao seu trabalho, é possível que você busque um parceiro que lhe suporte financeiramente. O problema disso é que o dinheiro não pode ser a base de uma relação saudável. Com a prática do autoamor, nos sentimos seguros em nossa própria pele, e acabamos tomando decisões que nos farão bem, inclusive as românticas.

3. Ele ajuda a entender se você encontrou a pessoa certa

Quem pratica o autoamor com regularidade passa a se conhecer em um nível muito mais profundo. Isso quer dizer que você sabe exatamente do que gosta e do que não gosta, e não tem medo de dizer “não” para as coisas e pessoas que não lhe farão bem.

Loading...

4. Ele promove o respeito e o autorrespeito

O autoamor e o autorrespeito estão diretamente interligados. Por exemplo, fazer exercícios e ter uma alimentação saudável é, além de um ato de amor, uma maneira de respeitar o próprio corpo. 

Quando você respeita a si mesmo, você não se humilha e nem se rebaixa a um relacionamento abusivo, e assim entende que este tipo de “amor” é extremamente desrespeitoso. Além disso, o autorrespeito nos ensina que todo mundo merece ser tratado da mesma maneira que tratamos a nós mesmos, inclusive o nosso parceiro romântico.

5. Problemas internos precisam ser resolvidos internamente

Quem nunca ouviu falar de alguém que viajou para “se encontrar”? Talvez até você já tenha feito isso! Quem pratica o autoamor sabe que todas as questões internas e existenciais que temos só podem ser resolvidas com muito trabalho psicológico – e não adianta mudar o ambiente externo.

Se você teve inúmeros relacionamentos amorosos e sentiu que todos eles fracassaram, que tal voltar o olhar para dentro de si, e entender por que se envolveu com essas pessoas para começo de conversa? Talvez você esteja repetindo padrões ou talvez uma autoanálise ajude a entender qual é o problema de verdade. Se amar, muitas vezes, implica em confrontar as próprias crenças e crescer com isso, fazendo escolhas amorosas mais saudáveis.

6. Ele aumenta as expectativas e traz dignidade

Por fim, o autoamor faz com que você se sinta merecedor(a) de algo melhor – e faz entender que o que você tem já é muito bom por si só! 

Quando reconhecemos como somos incríveis, entendemos nossas falhas e lutamos para superá-las, vemos como somos pessoas valiosas, e que merecemos amor de verdade. Se o seu relacionamento atual não faz você se sentir assim, talvez seja hora de aprender a amar um pouco mais e tomar uma decisão.

Advertisements