Fatos interessantes sobre Ítalo Ferreira – Her Beauty

Fatos interessantes sobre Ítalo Ferreira

Advertisements

Quem acompanha as Olimpíadas já sabe quem é Ítalo Ferreira, vencedor da primeira medalha de ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio no Surfe. Neste texto, você descobrirá alguns fatos interessantes sobre Ítalo e sobre a sua trajetória até a conquista do dia 27 de julho.

Ele é nordestino de Baía Formosa, Rio Grande do Norte

Ítalo Ferreira é de uma família humilde no município litorâneo de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte.

Ele começou a surfar aos 8 anos de idade

Com apenas 8 anos de idade, o campeão já havia começado a surfar. No início, ele não tinha uma prancha, e pegava emprestado dos amigos. Além disso, o pai de Ítalo era pescador e guardava os peixes que pescava em uma caixa de isopor. Ítalo sempre pegava a tampa das caixas e as usava como prancha.

Ele já acumula vários títulos 

Ítalo já foi bicampeão mundial Pro Júnior e campeão brasileiro em 2014. Também em 2014, ele se classificou para integrar a World Surf League (WSL), o campeonato de surfe mais bem-cotado do mundo. Em 2019, Ítalo Ferreira foi campeão mundial da WSL e agora, em 2021, conseguiu a medalha de ouro da modalidade nas Olimpíadas – o único surfista a alcançar ambas as conquistas na história.

Ele ainda mora em Baía Formosa

Era de se esperar que, após tantas conquistas e prêmios, Ítalo estivesse morando em alguma cidade grande, ou até mesmo no exterior. Porém, o surfista tem um grande carinho pela cidade onde nasceu, onde a sua família também mora. “Aqui é um lugar especial, é onde tudo começou. Surfar aqui no Pontal é sempre espetacular. O mar é muito bom e as ondas são sensacionais”, disse ele em 2015.

A prova do Ouro foi em Tsurigasaki Beach, em Chiba

Já falando nas Olimpíadas de Tóquio, um fato interessante é que as provas foram na praia de Tsurigasaki, que de acordo com a Folha de São Paulo, tem um mar com condições que costumam ser parecidas com as da sua praia de casa, em Baía Formosa.

Ele venceu todas as baterias que disputou nas Olimpíadas

Loading...

Foram cinco baterias de quatro competidores, e Ítalo Ferreira venceu todas elas. De acordo com o G1, o surfista estava super confiante e não escondia de ninguém o seu objetivo de vencer e receber a medalha de ouro.

Ele levou 15 pranchas para Tóquio

Outro fato interessante foi que Ítalo Ferreira levou nada mais nada menos do que 15 pranchas para Tóquio. Porém, a sua bagagem foi extraviada e todo o equipamento demorou para chegar na capital Japonesa.

Uma das pranchas quebrou no meio da manobra

Ainda bem que o atleta foi preparado, pois uma das pranchas se partiu bem no meio de uma das manobras, e Ítalo precisou de uma prancha substituta para prosseguir na competição.

Ele vai criar um instituto para ajudar crianças de Baía Formosa

Mesmo antes dessa vitória incrível, Ítalo já tinha começado um projeto incrível: um instituto de caráter social dedicado a atender crianças no município de Baía Formosa. A entidade incentiva e dá oportunidades a jovens que têm interesse no surfe, inspirados pelo medalhista brasileiro. 

Após receber o título, Ítalo Ferreira não segurou o choro durante uma entrevista concedida ao repórter Guilherme Pereira, da TV Globo: “Eu vim com uma frase para o Japão: diz amém que o ouro vem. Eu treinei muito nos últimos meses, mas só tenho que agradecer a Deus por tudo isso. Meu intuito é ajudar as pessoas e as famílias. Eu queria que a minha avó estivesse viva para ver isso. Sou muito feliz pelo que me tornei, pelo que fiz pelos meus pais. Sempre pedi para que esse sonho fosse realizado e ele aconteceu”.

O instituto terá como sede a casa da avó de Ítalo, que faleceu há dois anos, mas que continua sendo uma inspiração para o atleta.

Advertisements