Como o uso do salto alto pode fazer mal à sua saúde – Her Beauty

Como o uso do salto alto pode fazer mal à sua saúde

Advertisements

Usar salto alto pode ser elegante e fazer qualquer mulher se sentir mais alta, ou até mesmo mais sexy. Porém, o custo pode ser alto – e é importante entender como usar este calçado pode afetar a sua saúde. Nesse artigo, falamos sobre como o uso do salto alto pode fazer mal à sua saúde, com impacto sobre os pés, pernas e costas, além de prejudicar a sua estabilidade, postura e até mesmo causar mudanças estruturais no seu corpo a longo prazo. 

Mudança na postura, equilíbrio e modo de andar

Quando você usa salto alto, está mantendo o pé em uma posição estendida, o que aumenta a pressão na parte da frente ao pisar. Isso tira o seu equilíbrio, forçando uma inclinação da parte inferior do seu corpo, enquanto a parte de cima se inclina para trás, como um contrapeso. Isso ocorre de maneira quase imperceptível e prejudica o alinhamento do seu corpo, criando uma postura não-natural; e quanto mais alto o salto, pior é essa alteração.

Segundo o ortopedista Luciano Miller, do Hospital Israelita Albert Einstein, “quando se empurra a coluna para trás, você aperta as articulações da coluna, aumentando a tensão muscular que, consequentemente, traz dores nas costas e na lombar”.

Além disso, com o salto alto não é possível andar de maneira natural. Normalmente, pisamos com o calcanhar primeiro, indo até a parte embaixo dos dedos e empurrando o chão com os dedos. Quando se usa o salto alto, não se pode “empurrar o chão” de maneira eficiente, o que demanda muito dos músculos do quadril e dos joelhos. 

Artrite

As articulações do nosso pé até o joelho sofrem bastante com o salto alto, principalmente se você o utiliza com muita frequência. O desgaste das cartilagens nas articulações pode causar artrite, uma doença inflamatória – ainda incurável – que dificulta o movimento e causa dor e deformidade no corpo.

Dor

Ninguém gosta de sentir dor, mas quem usa salto alto por longos períodos não pode evitar este sintoma. Seja uma dor no pé, ou até mesmo na coluna, pernas e quadris, o salto alto pode causar incômodo por forçar o seu corpo a ficar numa posição e alterar o seu modo de andar. Doenças e deformidades causadas pelo uso prolongado deste tipo de calçado também tendem a ser muito dolorosas.

Tendinite

Loading...

 Como o salto alto limita o movimento e atividade da articulação do tornozelo, ele pode causar contração no tendão de Aquiles – e por isso, a inflamação neste tendão é uma queixa comum de quem costuma passar muito tempo sobre saltos. Além disso, como eles aumentam a altura da panturrilha, este tipo de calçado pode encurtar os músculos do local, fazendo com que eles percam a força ao caminhar ou correr.

Deformidades no pé e dedos do pé

Saltos apertados podem causar deformidades no pé ou dedos do pé: problemas menos graves inicialmente, como calos, bolhas e feridas podem virar joanetes, neuromas de Morton ou fraturas. O joanete, por exemplo, é um inchaço ósseo que se forma na base do dedão do pé. Ele vai crescendo e empurrando o dedo para a frente, consequentemente pressionando os demais. Já o neuroma de Morton ocorre quando os tecidos que cobrem os nervos dos dedos do pé são tão pressionados pelo sapato que se inflamam, causando dor e dormência. 

Fascite plantar

Por fim, a fascite plantar é um outro tipo de inflamação que pode ser causada pelo salto alto – desta vez no arco da sola dos pés. Caso constantemente forçados, os tendões e ligamentos deste local acabam encurtando, o que causa dor e dificuldade para caminhar.

            Como usar saltos de forma segura

Há quem se preocupe com a saúde, mas que não quer se livrar dos saltos de vez. Se este é o seu caso, aí vão algumas dicas para usar este tipo de calçado de forma segura:

  • Use-os apenas em ocasiões especiais.
  • Faça atividades físicas que fortaleçam a sua musculatura e assim evitar dores.
  • Se quiser ou precisar calçá-los durante o trabalho, carregue os sapatos em uma bolsa e só coloque quando chegar no local.
  • Durante o dia, tire os saltos para alongar as panturrilhas e massageie os pés de tempos em tempos.
  • Dê preferência a saltos grossos e evite os que tem um ajuste muito apertado. 

Advertisements