11 dicas para viajar com um bebê durante a pandemia – Her Beauty

11 dicas para viajar com um bebê durante a pandemia

Advertisements

Viajar faz parte da vida de muitas pessoas, seja para trabalhar, visitar a família, ou até mesmo por lazer,  aproveitando para conhecerum novo local. Porém, com a pandemia do coronavírus, essa atividade, que antes era habitual, acabou ficando difícil, com medidas de restrição sendo implementadas por todo o mundo e voos sendo cancelados e remarcados. 

Caso você tenha um bebê, isso se complica ainda mais, afinal, os bebês são mais suscetíveis a doenças e precisam de mais cuidados. Neste texto, vamos dar algumas dicas para viajar mais facilmente com o seu bebê durante a pandemia.

1. Se possível, espere alguns meses

Evite entrar em lugares fechados e repletos de pessoas estranhas com o seu bebê que acabou de nascer; isso inclui um avião ou ônibus, por exemplo. Os recém-nascidos ainda não desenvolveram o seu sistema imunológico e estão muito mais propensos a pegar uma doença. Por isso, não é recomendado que você faça viagens desnecessárias.  

2. Fale com o médico antes

Se o seu bebê tiver alguma condição, for muito novinho, ou nasceu prematuramente, consulte o seu médico antes de fazer uma viagem. Além de ele poder dar as recomendações necessárias, ele vai explicar os cuidados que você deve tomar durante a jornada.

3. Não dê remédios que não foram prescritos

É importante também evitar dar qualquer remédio ou calmante ao seu bebê sem prescrição médica.

4. Garanta que toda a sua família  esteja vacinada

Muitas autoridades já confirmaram que aqueles que já tomaram as duas doses da vacina têm muito menos chances de espalhar o vírus. Porém, como os bebês ainda não podem ser vacinados, é importante que todos os outros membros da sua família que entrarão em contato com ele estejam protegidos, o que pode diminuir o risco de contaminação. 

5. Leve itens de proteção pessoal

Viajar com bebês sempre significou levar muita bagagem. Em tempos de COVID, é preciso carregaralguns itens extras. Máscaras confortáveis para o seu bebê, lenços desinfetantes, álcool em gel e, se possível, algo onde você possa esterilizar mamadeiras e chupetas no hotel.

6. Prefira ir de carro

Apesar da indústria aérea estar trabalhando para diminuir os riscos de transmissão, viajar de carro com os bebês é sempre a melhor opção para evitar o contato com o público. No entanto, não se esqueça de que quando parar para comer ou descansar, o ideal é usar máscaras e higienizar muito bem as mãos.

Loading...

7. Se precisar voar, escolha voos diretos

Caso não seja possível viajar de carro, opte por voos diretos. Isso evitará que você tenha que andar em aeroportos cheios e pegar vários vôos com o bebê, reduzindo assim o risco de infecções. 

8. Confirme os critérios de entrada para o seu destino

Se a sua viagem for internacional, é importante checar duplamente todos os critérios de entrada. Alguns países já estão com as fronteiras abertas para brasileiros, mas outros não. Há também critérios de vacinação e teste de COVID, isolamento obrigatório, entre outros.

9. Tente ficar em assentos distantes dos banheiros

Mais uma dica prática para evitar aglomerações é escolher assentos distantes dos banheiros – seja em um avião ou ônibus. Esses locais estão expostos a muitos passageiros indo e vindo, e o ideal é que o seu bebê não tenha tanto contato com outras pessoas.

10. Prenda o seu bebê no corpo

Antes de se sentar para a viagem, uma dica para evitar dificuldades na hora de mostrar os documentos e prova de vacinação é deixar o seu bebê preso ao corpo com um canguru ou algum tipo de pano seguro. Dessa forma, não será preciso soltar o bebê do corpo e você ainda terá as mãos livres.

11. Entre no avião primeiro

Em viagens aéreas, tente embarcar primeiro se possível. Isso dá tempo para você  se organizar e limpar o assento onde vai ficar com o bebê.

Advertisements